A bela mas perigosa erva-das-pampas

A erva-das-pampas (Cortaderia selloana), vulgarmente conhecida por cortadeira, penachos ou plumas, é uma planta invasora que demonstra uma grande resistência ao fogo e mesmo ao corte, tendo-se tornado numa praga difícil de controlar. Originária da América do Sul, mais concretamente das vastas planícies (pampas) da Argentina e do Chile, esta espécie foi introduzida há várias Ler mais sobreA bela mas perigosa erva-das-pampas[…]

Abate de choupos no Rossio dos Olivais

Sob o pretexto de que estão inseridos na zona de intervenção de uma empreitada de reabilitação da rede de saneamento, a CML prepara-se para abater sete choupos no Rossio dos Olivais. O pedido de autorização para abate acrescenta que dado o porte elevado das árvores não é possível o seu transplante. Pode depreender-se nas entrelinhas Ler mais sobreAbate de choupos no Rossio dos Olivais[…]

(Des)ervagem no Parque das Nações

Ainda que não exista um consenso quanto ao caráter cancerígeno do glifosato, vários especialistas alertam para os perigos que herbicidas à base daquela substância podem representar para a saúde pública e o meio ambiente. A utilização de glifosato foi suprimida na freguesia do Parque das Nações em 2016. Passaram-se, entretanto, 3 anos e ainda não Ler mais sobre(Des)ervagem no Parque das Nações[…]

Carta aberta pela preservação das árvores na cidade de Lisboa

CARTA ABERTA PELA PRESERVAÇÃO DAS ÁRVORES NA CIDADE DE LISBOA O Grupo Municipal do Partido Ecologista “Os Verdes” está a promover uma iniciativa pela preservação das árvores na cidade de Lisboa. Esta iniciativa consiste numa Carta Aberta dirigida à Câmara Municipal de Lisboa que será entregue simbolicamente no dia 21 de Março, Dia Mundial da Ler mais sobreCarta aberta pela preservação das árvores na cidade de Lisboa[…]

Abate de (mais) árvores na Alameda dos Oceanos

Está prevista para este mês uma intervenção de abate de seis carvalhos (quercus palustris) no troço sul da Alameda dos Oceanos. De acordo com a Divisão de Manutenção e Requalificação da Estrutura Verde da CML, após visita ao local “verificou-se que os exemplares apresentam cavidades abertas na totalidade do tronco, com madeira apodrecida e flecha Ler mais sobreAbate de (mais) árvores na Alameda dos Oceanos[…]

Apelo à preservação do espaço público

Manter o Parque das Nações dotado das condições imprescindíveis para o seu reconhecimento como uma das zonas com melhor qualidade de vida do País no que respeita à qualidade urbana, ao conforto e ao ambiente, é um imperativo de todos. Num território onde a automatização da recolha e transporte dos resíduos para locais centralizados se Ler mais sobreApelo à preservação do espaço público[…]

Árvores mortas em Lisboa no “Portugal em Direto” (RTP)

A RTP transmitiu no programa “Portugal em Direto”, uma reportagem sobre a morte de árvores na cidade de Lisboa, com ênfase no estado do arvoredo da Alameda dos Oceanos e restantes espaços da freguesia do Parque das Nações. A reportagem contou com os depoimentos de Emanuel Sousa, conhecido defensor do património arbóreo da capital, Cristina Castel-Branco, Ler mais sobreÁrvores mortas em Lisboa no “Portugal em Direto” (RTP)[…]

As árvores morrem de pé

Um dos fatores mais importantes para a estratégia de recuperação ambiental da Zona de Intervenção da Expo’98 foi a elaboração do Plano de Arborização que se traduziu na plantação de mais de 10.000 árvores em toda a área. Um dos seus maiores méritos foi ter permitido salvar cerca de 500 árvores adultas que pela sua Ler mais sobreAs árvores morrem de pé[…]

Degradação dos espaços verdes no Parque Tejo

O estado de degradação do Parque Tejo tem vindo a agravar-se, ano após ano, à custa de uma manutenção insuficiente, pouco rigorosa e de um desinvestimento numa das zonas verdes de referência da cidade de Lisboa. Os outrora relvados verdejantes, não passam hoje de campos cheios de ervas daninhas e espécies invasoras. E se durante Ler mais sobreDegradação dos espaços verdes no Parque Tejo[…]

Intervenção na Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de 24 de abril

Transcreve-se de seguida a intervenção da ACIPN na Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia realizada no dia 24 de abril: Permitam-me começar por apresentar a ACIPN a este Executivo, dado que ainda não tivemos oportunidade de o fazer e na nossa única interação até ao momento não obtivemos qualquer resposta o que, aliás, vem em Ler mais sobreIntervenção na Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de 24 de abril[…]

Facebook