Há 20 anos terminava a Expo’98

Neste dia, há 20 anos, a Expo’98 chegava ao fim. Todos quiseram marcar presença no encerramento da Expo’98. Não admira, portanto, que o último dia tenha registado a maior enchente dos 4 meses de exposição.

Ainda hoje não se sabe ao certo quantas pessoas estiveram no interior recinto. Ao início da noite, quando o número já ultrapassava os 220 mil visitantes, quando muita gente aguardava mais de 2 horas para entrar, quando outros tantos milhares tentavam chegar ao local como podiam (com a circulação do metro muito condicionada e os acessos rodoviários completamente congestionados), os torniquetes de acesso foram destrancados por motivos de segurança. Apesar do caos, incrivelmente (miraculosamente, diríamos mesmo) não se registou qualquer incidente grave. Pelo contrário, o sentimento generalizado era de alegria e, sobretudo, muito orgulho.

O monumental espetáculo de fogo-de-artificio, o maior alguma vez realizado em Portugal Continental, foi o clímax da festa. Emocionante e memorável! Cantou-se o hino e gritou-se por Portugal. Muitas pessoas choraram. Foi um momento único. Ali, 500 anos depois, Portugal voltava a ser o centro do mundo. A festa continuou e durou até de madrugada. Com a saída dos últimos visitantes a Expo’98 encerrava portas. Reabriria dias depois, então já como Parque das Nações.

Facebook