Ainda as obras no eixo central da Alameda dos Oceanos

Quando no passado mês de janeiro a JFPN anunciou o arranque das obras de requalificação do eixo central da Alameda dos Oceanos, deliberadamente não referiu que se preparava para colocar restrições permanentes ao atravessamento automóvel desta via. Numa publicação a 8 de janeiro no seu site (ver aqui) é dito que: “A Alameda dos Oceanos estará assim sujeita a fortes condicionamentos de tráfego correspondendo às seis fases de intervenção. Como tal, desaconselha-se aos automobilistas a utilização deste eixo central do Bairro Parque das Nações como via de atravessamento, enquanto durarem as obras”. Fazendo fé neste comunicado pensar-se-ia que as restrições ao atravessamento seriam provisórias até que as obras terminassem. Mas assim não foi.

15079100_1401969289813405_2097223063929984502_n

A ACIPN também estranha que na mesma publicação, e à luz do que conhecemos hoje, sejam utilizadas expressões como “algo que a população há muito aguardava” ou “dar resposta às expectativas da população” quando a população não foi consultada sobre a alteração ao esquema de circulação automóvel que estava vigente na Alameda dos Oceanos. Esta medida não consta sequer do programa eleitoral que foi sufragado pelos eleitores e permitiu eleger o atual executivo da JFPN que, acrescente-se, ainda não se pronunciou oficialmente sobre o tema.

Face a isto, e tendo presente o inquérito interno realizado aos nossos Associados que revelou uma esmagadora maioria de opiniões contrárias à implementação desta medida, bem como às inúmeras queixas e pedidos de intervenção que nos têm chegado de outros moradores que se sentem lesados no seu dia-a-dia, a ACIPN escreveu ao Presidente da JFPN solicitando a divulgação dos estudos que suportaram esta intervenção, assim como a convocação de uma Assembleia de Freguesia Extraordinária para discussão pública do tema. A bem da transparência e da democracia, só teremos a ganhar com a partilha e discussão de argumentos entre a JFPN e os moradores.

Facebook